Acupuntura é um ramo da medicina tradicional chinesa, utilizada há mais de quatro mil anos. Trata as doenças, inserindo finíssimas agulhas em determinados pontos específicos da pele (pontos de acupuntura).

Esses pontos de energia também podem ser estimulados por: calor (moxa), eletricidade, dedo (acupressão), ventosa (sucção), laser, esparadrapo, cristais, cor, magneto, stiper (estimulo permanente).

É um método seguro, sem efeitos colaterais, quase indolor (desde que executado por profissional capacitado). Atualmente existem agulhas descartáveis, com espessura aproximadamente de um fio de cabelo, são inseridas com técnicas especiais, permanecem no local por alguns minutos e são retiradas cuidadosamente.

O número de sessões pode variar dependendo da intensidade dos sintomas, sendo que nos problemas crônicos, geralmente as sessões são realizadas semanalmente. Reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como método eficaz para tratar cerca de 40 tipos de doenças. Cada vez mais, está sendo indicada para a recuperação de atletas, tendinites, hérnias discais, artroses, bursites, fibromialgia, etc. Consiste em equilibrar o organismo, harmonizando a circulação das correntes energéticas.

A acupuntura não possui apenas efeito analgésico, antiinflamatório e relaxante muscular, estimula o sistema imunológico atuando como tratamento preventivo. Por não apresentar efeitos colaterais, pode ser associada a outros tipos de tratamentos, massagens, na reabilitação física com cinesioterapia, técnicas de terapias manuais, auxiliando no relaxamento dos músculos, no alívio das dores em geral, potencializando e tornando a terapia mais agradável para o paciente.